Quinteto Metais do Cerrado

Logo Quinteto Metais do Cerrado

O Quinteto Metais do Cerrado é formado por alguns dos mais destacados músicos de instrumentos de metais residentes em Goiás. Entre seus membros temos professores das mais importantes instituições de ensino de música (UFG e IFG). A maioria são pós-graduados (Mestrado e Doutorado), solistas atuantes, professores e pesquisadores:

Dr. Tonico Cardoso (trompete); Ms. Marcos Botelho (trombone); Ms. Alessandro da Costa (trompete); Ms. Ester Oliveira (tuba); Igor Yuri Vasconcellos (trompa).

Tonico Cardoso (trompete) Marcos Botelho (trombone) Alessandro da Costa (trompete) Igor Yuri Vasconcellos (trompa) Ester Oliveira (tuba)
Igor Yuri Vasconcellos (trompa), Marcos Botelho (trombone), Tonico Cardoso (trompete), Alessandro da Costa (trompete), Ester Oliveira (tuba)

O Quinteto Metais do Cerrado têm se apresentado nos principais espaços musicais e Festivais de Música do Estado de Goiás, como o Festival de Artes do IFG, Fórum de Instrumentos de Metais do Centro-oeste e Encontro Brasileiro de Metais. Seu repertório da ênfase a música brasileira. Portanto, seus concertos têm se diferenciado por apresentar resultado performático de alto nível artístico e estético de suas atividades de pesquisas, atividades como solistas e didáticas, sempre de maneira acessível para o publico em geral. Sendo a qualidade de seu trabalho de música de câmara muito elogiado pelos seus pares, críticos e público.

Musica “Aquarela do Brasil” (Ary Barroso), interpretada pelo Quinteto Metais do Cerrado:

 


FORMAÇÃO DO QUINTETO METAIS DO CERRADO:

Dr. Antonio Marcos Souza Cardoso (trompete):  professor de Trompete da Universidade Federal de Goiás. Por vinte anos ocupou a posição de Primeiro Trompete da Orquestra Filarmônica do Espírito Santo e a cadeira de Professor de Trompete da Faculdade de Música do ES, onde cursou o Bacharelado em Trompete. Na UNIRIO, sob orientação do Prof. Nailson Simões, adquiriu os títulos de Mestre e Doutor em Música (Práticas Interpretativas). Como solista, apresentou os concertos para trompete de Haydn, Neruda, Arutjunian, Handel, Bach, Copland, Ketting, DUDA e Curnow, sob a regência dos maestros Cláudio Antunes, Helder Trefzger, Leonardo David, Modesto Flávio, Marcos Arakaki, Isaac Karabtchevsky e Jarbas Cavendish. Realizou recitais em diversas cidades do ES, na cidade do Rio de Janeiro, Goiânia, Brasília, Florianópolis, Joinville, Uberlândia, Recife, João Pessoa e Manaus. Nos Estados Unidos apresentou recitais no The New EnglandConservatoryof Music, em Boston, na Memphis University na cidade de Memphis, Tenessee, PikevilleCollege, CampbellsvilleUniversity, na Universityof Kentucky e no Centre College no estado do Kentucky, ministrando Master-classes em algumas das instituições citadas. Em Portugal apresentou recital de Músicas Brasileiras para Trompete e Piano na cidade do Porto e Lisboa. Professor do III e IV Festival de Inverno de Domingos Martins ES, da 2ª Semana de Artes do Centro de Educação Profissional Basileu França Goiânia, do 1º Festival Carlos Gomes em Campinas SP e do 34º Festival Nacional de Música da UFG, do I Seminário de Práticas Interpretativas da UFU – MG, em agosto/13. Professor Assistente Substituto na UFMG de 2003 a 2005. Integrante da Banda Pequi Orquestra de Música Brasileira. Desenvolve pesquisa em performance musical para instrumentos de metais, em especial sobre o repertório brasileiro para quinteto de metais. Publica regularmente nos principais congressos brasileiros.

 Ms. Marcos Botelho (trombone): possui graduação em Musica Trombone (2003) e mestrado em Música pela UFRJ (2006). Atualmente é Professor de Trombone e Música de Câmara na UFG e cursa Doutorado em Música (Pedagogia da Performance)na UFBA. É regente da Orquestra de Sopros e Percussão Jean Douliez. É membro da comissão cientifica do Simpósio Científico da Associação Brasileira de Trombones e das Comissões Artísticas do SEMPEM (Seminário Nacional de Pesquisa em Música da UFG) e do Simpósio Internacional de Musicologia EMAC/UFG. Foi convidado e realizou conferências, master-class e cursos de curta duração em várias universidades como: Universidade Nacional de Córdoba (Argentina), Universidade Federal de Goiás, Universidade Federal do Rio de Janeiro, Universidade Cândido Mendes, Instituto Federal do Sertão (Petrolina-PE) e Escola de Música de Brasília. Foi regente convidado de alguns grupos tanto nacionais como estrangeiros desatando-se: RigerwoodSymphonic Band (New Jersey – EUA) e Bayernvolkblästband (Freyung-Grafenau- Alemanha).  Já apresentou trabalhos de pesquisa e artísticos em diversos congressos do Brasil, Portugal, Argentina e Peru.

Recebeu Menção Honrosa no Concurso Internacional de Música de Câmara Henrique Nirenberg (2002), foi um dos vencedores regionais do Concurso Geração Musical de Furnas (2004), além de finalista nos Concursos Jovens Interpretes Francisco Mignone (2006) e Jovem Solista da Radio Mec (2009). Tem ampla experiência em música de câmara, formou ao lado da Pianista Tatiana Dumas por 12 anos o Duo Dumas-Botelho, dando ênfase ao repertório brasileiro e francês. Integrou o Grupo Cron de música contemporânea, tendo realizado com este duas turnês nacionais. Foi chefe do naipe de trombone da Orquestra Sinfônica Brasileira Jovem dos 19 aos 24 anos. Foi Professor Substituto de trombone e tuba na UFRJ aos 25 anos. Foi fundador e trombonista da Orquestra Solista do Rio de Janeiro. Músico da Banda Sinfônica da Guarda Municipal do Rio de Janeiro, Regente e Diretor Artístico da Banda de Concerto do Grêmio Português de Nova Friburgo-RJ. Atuou como trombonista convidado em inúmeras Orquestras como: Orquestra Sinfônica Brasileira, Orquestra Sinfônica Pró-Música Petrobras e Orquestra Filarmônica de Goiás. Tem desenvolvido pesquisas sobre as Bandas de Musicas, já tendo sido contemplado e realizado dois projetos para o governo do Estado do Rio de Janeiro por meio do Edital de Registro da Tradição Oral de Cultura Popular. Paralelo às pesquisas das bandas, atualmente se dedica a estudar o ensino de trombone no Brasil.

 Ms. Alessandro da Costa (trompete): nasceu em Goiânia (GO), cidade onde teve seu primeiro contato com a música, na Escola Mônica de Castro Carneiro e Centro Cultural profº Gustav Ritter. Mais tarde, ingressou no curso técnico oferecido pela Universidade Federal de Goiás (UFG) e no curso de extensão em música (trompete, prática de música de câmara e banda sinfônica) oferecido pela Escola Técnica Federal de Goiás, ministrado pelos professores Marcelo Eterno Alves, Günter Bauer e MarshalGaioso. Estudou trompete com José de Oliveira Bruno, Gedeão Lopes e Clóvis Beltrami. Concluiu o curso de licenciatura em música pela UFG no ano 2000. Participou de master-classes com renomados trompetistas como: Charles Schlueter, Fred Mills, Steven Trinkle, Nailson Simões, Heinz Karl Schwebel, Ayrton Benck, Fernando Dissenha, Gilberto Siqueira e Sérgio Cascapeira. Participou de master-classes promovidas pelos quintetos de metais: Chicago BrassQuintet, Spanish brass, MeridianArt Ensemble e Quinteto Brassil. Fez parte do Quinteto Goiânia Brass, Quinteto Metais Goiás e Quinteto Shophar. Atuou como solista frente à Orquestra Sinfônica de Goiânia, Orquestra de Câmara Goiazes e Banda Sinfônica do Centro Federal de Educação Tecnológica de Goiás. Como músico profissional, fez parte da Banda Musical de Goiânia, Orquestra Sinfônica de Goiânia, Orquestra de Câmara Goyazes (músico convidado) e Orquestra Sinfônica de Ribeirão Preto. É mestrepelo Programa de Pós-Graduação da Escola de Música e Artes Cênicas da Universidade Federal de Goiás sob a orientação do professor Antônio Marcos Cardoso na linha de pesquisa Música Criação e Expressão, trompetista do Quinteto Metais do Cerrado e professor do Instituto Federal de Goiás – Campus Luziânia.

 Ms. Ester Oliveira (tuba): iniciou seus estudos de música aos 3 anos de idade ao piano, tendo desde então prosseguido no estudo de vários outros instrumentos tais como violão, violino, viola erudita, flauta transversal, flauta doce, teclado, saxofone, trombone, dentre outros. Em 2006, iniciou seus estudos em Euphonium com o professor Ricardo Rosembergue no CEP em Artes Basileu França (Goiânia-GO). Participou do Grupo de Metais do IFG e da Banda Sinfônica do Gustav Ritter e da Banda Marcial Sônia Araújo do CEP em Artes Basileu França. Foi membro da Orquestra Acadêmica Jean Douliez da UFG e Orquestra Sinfônica Jovem do Estado de Goiás, atuando em vários concertos dentro e fora do estado de Goiás. Participou de Masterclasses e Festivais com renomados professores, tais como, Wilson Dias (Campinas-SP), Abdnald Santiago (São Paulo-SP), Radegundes Feitosa (Paraíba), Airton Benck (Paraíba), David Spencer (EUA), Charles Shulueter (EUA) e Steven Mead (Inglaterra). Atuou como professora ministrando aulas de instrumento na Escola Municipal Trajano de Sá Guimarães, no Colégio Estadual Carlos Alberto de Deus e no Colégio Estadual José Lobo. Atualmente possui o Curso de Habilitação Profissional Técnica de Nível Médio em Euphonium, na classe do professor Ricardo Rosembergue, é integrante da Orquestra de Sopros e Percussão do Cerrado do instituto de pesquisa Ciranda da Arte, possui graduação pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás (2011), onde atua como voluntária ministrando oficinas de instrumentos de sopros e regente da Banda Sinfônica da Pontifícia Universidade Católica de Goiás. É Mestre em Música da Universidade Federal de Goiás, tendo como orientadora a Profª Dr. Sônia Ray.

 Igor Yuri Vasconcellos (trompa): começou os estudos de trompa na escola de música da UFRJ aos 11 anos de idade sob orientação do Professor Carlos Gomes, com 15 anos de idade ingressou na OSB jovem, orquestra onde fez parte durante 4 anos. No ano de 2010 foi convidado pelo maestro Marcos Arakaki (atual maestro assistente da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais) a participar do projeto moinho cultural sulamericano como Professor de trompa, no mesmo ano realizou vários concertos como músico convidado do Quinteto Villa-Lobos. Foi vencedor do prêmio jovens solistas da Orquestra Sinfônica da UFRJ, onde teve a oportunidade de solar o concerto número 1 de Mozart para trompa e orquestra e foi aprovado em primeiro lugar no último concurso para trompista da ORSEM (Orquestra Sinfônica da Escola de Música da UFRJ). Em 2010 atuou na Orquestra Sinfônica do Theatro Municipal do Rio de Janeiro como contratado. No ano de 2012 a convite do renomado violinista e maestro Daniel Guedes, participou da Academia Jovem Concertante realizando apresentações em várias capitas do Brasil. Fez vários masterclasses com os professores Will Sanders, Stefan Dohr, Luiz Garcia, Philip Doyle, David Griffin. Atualmente ocupa o cargo de trompa solista da Orquestra Filarmônica de Goiás.



Turnê do QUINTETO DE METAIS DO CERRADO: “Música e Ensino”

Projeto contemplado no Edital Fundo de Cultura do Estado de Goiás em 2015. Nas 11 cidades do circuito acontecem Concerto e Master-class de trombone, trompete, trompa, tuba e eufônio, e na apresentação da última música os alunos tocarão com os músicos do Quinteto. Também há a distribuição de “Kit de partitura” facilitadas para quinteto, com a finalidade de incentivar esta formação para maestro e professores. Todos os eventos são gratuitos. Cidades do Circuito:

12/08 – Aparecida de Goiânia (C.E. Maria Rosilda): 14h_Mater-classes e 18h_Concerto

 

20/08 – Anápolis (C.E. Leiny Lopes de Souza): 14h_Mater-classes e 18h_Concerto

27/08 – Trindade ( CE Divino Pai Eterno): 14h_Mater-classes e 18h_Concerto

 

03/09 – Caldas Novas (Colégio da Polícia Militar de Goiás Nivo das Neves): 14h_Mater-classes. Praça Mestre Orlando: 18h30_Concerto.

 

08/10 – Novo Gama (C.E. Novo Gama): 14h_Mater-classes e 17h30_Concerto

 

 

09/10 – Jaraguá (Corporação Musical Santa Cecília): 14h_Mater-classes e 18h_Concerto

 

 

30/10 – Corumbá de Goiás: 14h_Mater-classes e 18h_Concerto

 

 

29/10 – Guapó (C.E. Profª.  Liodosia Serra): 14h_Mater-classes e 18h_Concerto

 

 

11/11 – Morrinhos ( C. E. Xavier de Almeida): 14h_Mater-classes e 18h_Concerto

 

 

12/11 – Itumbiara – 14h_Mater-classes e 18h_Concerto

 

 

13/11 – Piracanjuba – 14h_Mater-classes e 18h_Concerto

Folder Turnê Música e Ensino

CONFIRA no menu AGENDA a programação completa!

E acompanhe mais:

FACEBOOOK: www.facebook.com/metaisdocerrado

INSTAGRAM: www.instagram.com/quintetometaisdocerrado